Escoteiro da Pátria

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Escoteiro da Pátria

 

É o distintivo de grau máximo do Ramo Sênior e para condecorar um jovem que atenda a todos os requisitos é necessária a recomendação da Corte de Honra e da Chefia da Tropa Sênior, a aprovação da Diretoria do Grupo Escoteiro (ou Unidade Escoteira Autônoma) e a homologação pela Diretoria Regional. O distintivo e o certificado é enviado/emitido pela Diretoria Executiva Nacional. 

 

 

Quais são os requisitos para a conquista do Escoteiro da Pátria?

• Tenha realizado a totalidade das atividades da Etapa Azimute;

• Tenha conquistado o Cordão Dourado;

• Possua uma das seguintes Insígnias de Interesse Especial do Ramo Sênior: Insígnia Mundial do Meio Ambiente, Insígnia da Lusofonia, Insígnia Cone Sul ou Insígnia do Desafio Comunitário.;

• Possua pelo menos 10 noites de acampamento, como Sênior, com sua Patrulha ou Tropa;

• Possuir a Insígnia da sua respectiva modalidade (Aeronauta, Naval ou Mateiro), do Ramo Sênior.

 

Como é este distintivo?

É um distintivo em forma de elipse, com eixos horizontal e vertical medindo, respectivamente, 4,5 cm e 5,5 cm, debruada em ouro, bordada sobre tecido verde; o interior da elipse é ocupado pelas Armas da República, bordadas em ouro e prata sobre fundo verde.

 

Onde costurar?

Este distintivo deve ser usado na manga direita da camisa, abaixo do numeral do Grupo Escoteiro.

 

Qual é o prazo para uso do distintivo?

Este distintivo pode ser usado até o jovem conquistar o distintivo Insígnia de B-P, ou, caso isto não aconteça, até sua saída do Ramo Pioneiro.

 

Condecorados com o Escoteiro da Pátria:

  • Jonathan Giulian Conzatti - 2008
  • Tiago Lamela Nogueira da Silva - 2008